Fechar

Diabetes infantil: 6 dicas para melhorar a vida de crianças com a doença!

A diabetes infantil requer cuidados especiais! Assim como nos adultos, uma série de mudanças no cotidiano das crianças serão necessárias, mas isso deve ser feito da maneira correta, preservando a qualidade de vida dos pequenos.

Para isso, é importante que os pais e outras pessoas que participem do cotidiano dos portadores da diabete se conscientizem da importância dos cuidados, em prol de uma infância adequada e feliz, mesmo com as limitações dessa condição.

O post a seguir trará 6 dicas para que a vida da criança diabética seja a melhor possível, de modo que ela aproveite essa fase de maneira saudável e segura. Confira!

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
1. Incentive a prática de esportes

Em qualquer fase da vida a prática de esportes e atividades físicas é fundamental! Na infância, o papel social e relacionado à saúde são ainda mais relevantes para a vida da criança.

Isso tem ainda mais valor quando estamos falando de diabetes infantil. O esporte ajuda muito a manter a doença bem controlada. Para que a criança se sinta motivada, a família deve dar o exemplo e também adotar essa prática.

2. Respeite os horários de alimentação

É importante que a criança coma na hora certa, pois isso tem um papel crucial na manutenção dos níveis glicêmicos, os mantendo controlados e evitando crises de hipoglicemia e hiperglicemia.

Alie essa alimentação à uma rotina de horários e à checagem constante do nível de glicemia. A combinação desses dois fatores é a garantia da estabilidade da condição.

3. Oriente as pessoas acerca da condição da criança

São garantidos os cuidados com as crianças diabéticas dentro de casa. Entretanto, ela não estará sob supervisão dos pais o tempo todo, então é importante que todos estejam ciente das necessidades dela.

Oriente parentes, amigos, pais de amigos e principalmente a escola. Explique os cuidados básicos que se deve ter e como é importante o controle dos níveis glicêmicos para a saúde da criança.

Certifique-se também de orientar essas pessoas sobre como agir em casos de crise de hipoglicemia, pois nesses momentos a urgência é fundamental, tendo que agir muito rápido.

4. Trate as limitações e cuidados naturalmente

É preciso transmitir muita confiança e naturalidade às crianças diabéticas. Apesar de ser uma doença que requer cuidados, especialmente na infância, é preciso que elas entendam que aquilo não as impede de levar uma vida normal.

As limitações existirão, mas isso não deve ser tratado como algo dramático. Preocupe-se apenas em deixar clara a importância de manter uma dieta regrada e o controle das taxas e dos carboidratos.

5. Converse com a criança sobre a doença

A diabetes não pode ser um mistério ou um segredo para a criança. É necessário ser transparente em relação a condição dela, assim como explicar o motivo pelo qual há todas as limitações e cuidados.

Essas atitudes ajudarão muito a criança a compreender a sua doença, de modo que ela ganhe responsabilidades e aja da maneira correta, seguindo as orientações, respeitando sua condição sem que isso seja um drama ou uma barreira que a impeça de viver naturalmente com a condição.

6. Faça rodízio nos locais de injeção

Uma das partes, se não a mais difícil dessa condição na infância são as injeções de insulina. É complicado para a criança se acostumar com esse método, então o ideal é procurar recursos para que o sofrimento seja menor.

Para isso, procure diversificar os locais de aplicação. Isso evita que uma área sofra por conta da injeção, causando um trauma ou algum tipo de dor para a criança.

O mesmo cuidado é válido para as medições! Varie os dedos e busque sempre colher o sangue da parte lateral, onde a “picada” é menos dolorosa.

Com esses cuidados é possível ajudar a criança a lidar de maneira mais natural e confiante com a diabetes infantil. Aproveitando o tema, confira os alimentos que ajudam no controle da doença!

Comentários

Comentário

Fechar