Fechar

Saiba quais são os principais sintomas da diabetes gestacional

A gestação é um período na vida da mulher em que ela precisa se cuidar ainda mais, não somente pensando em sua saúde, mas também no bebê. E, se você está passando por este momento, já deve ter lido em algum lugar sobre como é perigoso desenvolver diabetes gestacional, certo?

Pensando nisso, separamos algumas informações e sintomas da diabetes na gravidez e vamos te explicar tudo agora mesmo. Acompanhe:

O que é diabetes gestacional

A diabetes gestacional é um tipo de diabetes que se desenvolve por volta do terceiro trimestre da gravidez e é caracterizada por hiperglicemia — ou seja, o aumento dos níveis de açúcar no sangue.

Normalmente, essa é uma doença que desaparece logo após o parto, mas ainda assim deve ser tratada durante a gestação para que não haja riscos de um novo caso em uma gestação futura. Como? Por meio de uma dieta adequada e o uso de alguns medicamentos como hipoglicemiantes orais ou insulina.

Causas da diabetes gestacional

Ainda que as causas sejam desconhecidas, há uma grande relação entre a alta produção de hormônios durante a gravidez que prejudicam a ação da insulina nas células. Assim, os níveis de açúcar do sangue da gestante tendem a aumentar.

Sintomas da diabetes gestacional

Embora a doença apresente alguns sintomas, eles podem ser facilmente confundidos com alterações comuns que ocorrem durante a gravidez como:

  • sede excessiva;
  • muita fome;
  • ganho de peso exagerado tanto na mãe, quanto no bebê;
  • aumento na vontade de urinar;
  • visão turva;
  • cansaço em excesso;
  • inchaço nas pernas e pés;
  • candidíase ou infecção urinária frequente.

Tratamentos

Monitoramento do açúcar no sangue

O monitoramento ocorre ainda na gestação de quatro a cinco vezes por dia: em jejum, pela manhã, e após as refeições. Dessa forma, é possível checar se os níveis do açúcar no sangue estão dentro de uma faixa considerável saudável.

Dieta saudável

Alimentar-se corretamente na gestação é muito importante para o desenvolvimento do feto e, nos quadros de diabetes gestacional, torna-se essencial comer os alimentos certos em porções adequadas.

Assim, o ideal é não perder peso durante a gravidez, mas definir uma meta de ganho de peso para que a gestação seja saudável e o sobrepeso não ocorra.

Para isso, uma dieta saudável que inclua verduras, legumes, frutas, grãos integrais e baixo teor de carboidratos e doces (afinal de contas, eles se transformarão em açúcar no sangue) são a solução.

Contudo, em alguns casos, somente a alimentação saudável não é o suficiente, e a grávida pode necessitar de alguns medicamentos como injeções de insulina para baixar o açúcar do sangue.

Exercícios

As atividades físicas regulares e moderadas são essenciais para o bem-estar antes, durante e também após a gravidez, pois os exercícios têm o poder de reduzir os níveis de açúcar no sangue e estimular o corpo a mover a glicose para as células, lugar onde ela é utilizada para a produção de energia.

Mas atenção: não se esqueça de consultar um especialista antes de começar a praticar qualquer tipo de exercício.

Possíveis complicações

Desde que os tratamentos sejam feitos corretamente e o monitoramento seja realizado com precisão, os bebês das mulheres que desenvolveram diabetes gestacional nascerão completamente saudáveis. Porém, quando não cuidada, a doença pode resultar em:

Já no caso das mães, as complicações podem ser:

  • diabetes no futuro;
  • pressão arterial elevada e pré-eclâmpsia.

Agora que você sabe quais são os sintomas da diabetes gestacional, fique atenta à sua alimentação e evite o consumo de alimentos muito gordurosos e calóricos. Além de cuidar da sua própria saúde, também estará zelando pela saúde do seu pequeno.

E aí, gostou do nosso post? Assine nossa newsletter para ficar por dentro de todas as novidades e receber mais dicas como estas!

Comentários

Comentário

Fechar