Fechar

Saiba quais são os alimentos que não contêm açúcar

Praticamente irresistíveis, os doces fazem parte do dia a dia de maioria das pessoas. No entanto, a busca por alimentos que não contêm açúcar está cada vez mais comum, principalmente entre quem procuram melhorar os hábitos alimentares, seja para perder peso, prevenir ou tratar o diabetes ou manter uma alimentação saudável e evitar problemas de saúde.

Embora não seja impossível evitar essa substância, ainda existe muita confusão sobre o que são de fato alimentos livres de açúcares. Isso ocorre porque mesmo aqueles considerados saudáveis, como frutas ou iogurtes, podem contê-los em formas mais naturais.

Para acabar com essa dúvida de uma vez por todas, elaboramos uma lista de alimentos sem açúcar e preparamos um conteúdo rico em informações para ajudá-lo a evitar problemas futuros. Confira!

Afinal, o que é açúcar?

Antes de aprendermos como identificar a presença de açúcares nos alimentos, é necessário entender exatamente o que é ele. De modo mais técnico, a sacarose — outro nome dado ao famoso ingrediente — é uma substância que contém uma mistura de átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio.

Por conta de sua composição química, o açúcar é classificado como um carboidrato. Eles são, por sua vez, as principais reservas de energia utilizadas pelos seres humanos e responsáveis por nos dar fôlego para realizar todas as tarefas do dia a dia. Por isso, é impossível retirá-los completamente de nossa alimentação, pois são compostos essenciais para a manutenção da vida.

O perigo mora no açúcar refinado, velho conhecido de todos nós e largamente utilizado na culinária. Esse composto é quimicamente tratado e, portanto, repleto de conservantes e substâncias químicas. Além disso, possui alto valor calórico, contribuindo para a obesidade e diversos outros problemas, e também é extremamente pobre em nutrientes.

Como identificar a presença de açúcar nos alimentos?

Para não cair em armadilhas e não se enganar, é preciso saber ler as letrinhas miúdas das embalagens de forma correta. No verso de todos os produtos estão as suas informações nutricionais, contidas em uma tabela.

Nela, constam dados como os valores de proteína, sódio e outros compostos, como os açúcares. Fique atento aos níveis e ao valor de referência, que mostra a porcentagem diária representada por aquele número em uma dieta.

Além disso, é importante checar a lista de ingredientes. O padrão exige que eles sejam listados em ordem decrescente, ou seja, o primeiro item a ser citado é aquele que está presente em maior quantidade no produto. Por isso, fuja de produtos onde o açúcar está entre os primeiros da lista.

Por fim, é essencial conhecer os principais nomes dados ao açúcar nas embalagens que encontramos no supermercado, já que nem sempre as denominações são claras ou diretas. Nelas, a substância pode aparecer como:

  • glicose;
  • sacarose;
  • dextrose;
  • maltose;
  • frutose;
  • lactose;
  • xilose;
  • melado;
  • melaço;
  • maltodextrina;
  • xarope de milho, guaraná ou malte;
  • maple syrup.

Quais produtos ninguém imagina que contêm açúcar?

Apesar das dicas de como identificar a presença de açúcar nos alimentos, é comum cairmos em algumas pegadinhas. Isso acontece devido ao senso comum, que nos leva a crer que determinado produto não possui açúcar graças à sua natureza.

Ao procurar alimentos livres de sacarose, é comum pensarmos: “se não é doce, não tem açúcar”. Porém, esse é um erro que pode ser facilmente desmascarado. Os carboidratos se transformam em açúcar e, por isso, até mesmo legumes e verduras, usados para saladas totalmente salgadas, contêm a substância.

Pensando nisso, preparamos uma lista com alimentos que comumente contêm açúcar. Confira:

  • molho e extrato de tomate;
  • molho shoyu;
  • vinagre balsâmico;
  • pães;
  • biscoitos (incluindo os salgados);
  • hambúrguer;
  • embutidos;
  • caldo de carne;
  • granola e cereais em geral;
  • ketchup;
  • alimentos em conserva;
  • macarrão instantâneo;
  • maionese;
  • salgadinhos;
  • mostarda;
  • sopas prontas;
  • patês.

Fique de olho nos produtos listados e confira atentamente a lista de ingredientes contida nas embalagens!

Quais são os alimentos que não contêm açúcar?

Parece impossível encontrar produtos livres de açúcar refinado, não é mesmo? Felizmente, essa tarefa pode ser feita com um pouco de atenção e algumas mudanças no estilo de vida.

Uma ótima opção para reduzir o consumo dessa substância é investir em uma alimentação mais saudável e com poucos alimentos industrializados. Apesar de conterem carboidratos, vegetais e frutas são essenciais para o funcionamento do organismo.

Além disso, as principais fontes de proteínas, isto é, carnes, peixes e ovos, são alimentos que não contêm açúcar em sua forma natural. Mas, é claro, isso não inclui aquele peixinho à milanesa ou o filé ao molho branco.

Se você está fugindo dos açúcares de todo jeito, então precisa ficar atento também aos acompanhamentos, pois muitos pratos, ainda que usem como base um alimento sem açúcar, são complementados com algum molho ou guarnição que utiliza ingredientes com açúcar no preparo.

Outros ingredientes bastante utilizados são naturalmente sem açúcar. Os principais são:

  • óleos;
  • cremes vegetais;
  • alimentos com edulcorantes (adoçantes).

Como reduzir o consumo de açúcar refinado?

Com o crescimento da problematização do açúcar e o avanço da informação acerca dessa substância, a indústria alimentícia criou outras possibilidades que serviriam de substituto ao açúcar: os edulcorantes ou adoçantes, como são conhecidos popularmente.

A ideia dos edulcorantes nutritivos é simples — pegar açúcares presentes naturalmente em certos alimentos e sintetizá-los para que fosse possível usá-los em outros alimentos em que eles não são encontrados naturalmente.

Isso aconteceu com a frutose, o sorbitol e o manitol presentes em frutas, ou ainda a planta stevia, por exemplo. Mas a indústria foi além e inventou também açúcares não presentes na natureza, como os famosos aspartame, ciclamato e sucralose.

Além de apostar no consumo de adoçantes alternativos, é importante se manter o mais natural possível, reeducando o paladar e reduzindo os níveis de açúcar consumidos, sem se esquecer que um bom índice glicêmico (índice de açúcar no sangue) é importante para o bom funcionamento do corpo.

Por isso, investir no preparo de refeições caseiras e na redução do consumo de produtos industrializados é a melhor maneira de diminuir a ingestão dessa substância. Outra dica bacana é a contratação de um plano de assinaturas de produtos livres de açúcar ou comprá-los de empresas realmente preocupadas com a saúde dos consumidores.

Agora que você já conhece os principais alimentos que não contêm açúcar e sabe identificar aqueles que o têm, fique sempre ligado e leia atentamente os rótulos de todos os produtos que for adquirir. Aos poucos, isso se tornará um hábito e trará imensos benefícios para o seu organismo!

Gostou deste artigo? Então que tal assinar nossa newsletter e ficar por dentro de outras dicas para uma alimentação mais saudável?

tipos de adoçante

A OneMarket é seu mercado online de alimentação inclusiva. Saiba mais sobre como vamos mudar o que você sabe sobre alimentação saudável. Quero Conhecer

Comentários

Comentário

Fechar