Fechar

Afinal, a doença celíaca é genética? Veja agora a resposta!

A doença celíaca é um problema que afeta, em média, uma em cada 200 pessoas, e não é tão simples de ser identificada. Entender o que é a doença, suas causas e como é feito o diagnóstico são os primeiros passos para um tratamento correto.

Se você, assim como muitos celíacos, carece de informações sobre a enfermidade, acompanhe este post para saber mais sobre ela. Confira!

O que é a doença celíaca?

A doença celíaca, popularmente conhecida como doença do glúten, é uma patologia autoimune que acarreta na intolerância constante ao glúten.

O glúten é uma proteína vegetal encontrada em alguns alimentos como trigo, cevada e malte. Nos portadores dessa enfermidade, o glúten ataca o intestino delgado e causa inflamações nesse órgão, impedindo-o de absorver outros nutrientes.

Com o intestino inflamado e a carência de substâncias no organismo, como gorduras, carboidratos, sais minerais e vitaminas, a saúde da pessoa fica muito debilitada.

A doença celíaca pode ocorrer em qualquer idade e sexo e, quando não tratada, leva à morte.

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
Quais sãos os fatores que provocam a doença celíaca?

Alguns fatores já estudados comprovam que a doença do glúten tem origens hereditárias e genéticas. Mas, isso não exclui as possibilidades de outras causas originarem a doença.

Alguns dos fatores hereditários são:

  • Ter parentes de 1º grau com a enfermidade — até 10 % de chances de tê-la;
  • Ter parentes de 2º grau com a doença — riscos diminuem em relação ao primeiro caso, mas existem.

Além dessas duas probabilidades, existem condições genéticas que implicam no aparecimento da enfermidade:

  • A doença incide em mulheres, na maioria dos casos — numa proporção de 2 para 1;
  • Pessoas brancas; com diabetes; com Síndrome de Down; ou com alguma disfunção nas glândulas tireoides, têm mais tendência a ter a doença;
  • Há maior incidência da enfermidade em etnias orientais e negras.

Como identificar a doença celíaca?

Alguns sintomas são comuns na doença do glúten e podem surgir em curto, médio ou longo prazo. Muitas pessoas descobrem que têm a doença em um estágio já avançado, pois a manifestação de sintomas pode ser silenciosa.

Alguns dos sintomas mais frequentes são:

  • Prisão de ventre;
  • Anemia;
  • Sensação de barriga estufada;
  • Vômitos;
  • Diarreia;
  • Perda de peso;
  • Cólicas.

Como esses são sinais que também caracterizam outras doenças, que em nada se assemelham com a doença celíaca, a melhor forma de identificá-la é com exames.

Há, basicamente, três tipos de exames que constatam a enfermidade.

Anticorpos anti-transglutaminase tecidular (AAT)

Esse é um exame de sangue que constata, a partir do uso de anticorpos do tipo IgG, IgM e IgA, se os tecidos do intestino delgado estão lesionados.

A doença do glúten ataca exatamente a mucosa intestinal, que tem tecidos; e esse exame vai direto ao ponto que indica se há a enfermidade ou não.

Anticorpos anti-endomísio (AAE)

Esse teste avalia, com o uso de anticorpos do tipo IgA, se a camada de tecidos conjuntivos que cobrem a camada de músculos do intestino está afetada.

As chances de esse exame identificar a doença celíaca são altas em pacientes que já estão com a enfermidade, o que facilita um rápido diagnóstico.

Biópsia do intestino delgado

Esse teste retira uma amostra do intestino delgado e identifica, por meio de análises microscópicas, se o órgão apresenta lesões que o impedem de absorver nutrientes.

A biópsia pode ser recomenda em qualquer paciente e estágio de sintomas, e é o mais preciso dos três tipos de exames.

Saber de todos esses indicativos e como a doença age no organismo é uma maneira de começar a encarar o problema. Após o diagnóstico, várias são as mudanças alimentares que um celíaco deve fazer para ter uma vida equilibrada com a doença.

Se você tem ou conhece alguém que tem a doença celíaca, se informe cada vez mais sobre o problema e siga as orientações médicas. Comente aqui abaixo como você convive com esse contratempo e ajude outras pessoas!

Comentários

Comentário

Fechar