Skip to main content

O que comer se você é celíaco?

 

Você descobriu que possui doença celíaca e não sabe nem por onde começar a cortar o glúten de sua dieta? Fique tranquilo, pois você não está sozinho! Segundo dados da Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (Fenacelbra), essa tem sido a realidade de cerca de 2 milhões de brasileiros.

Esse número tem feito com que o mercado tenha disponível cada vez mais produtos voltados para quem não pode comer glúten (uma proteína presente em alguns cereais). Embora, inicialmente, possa parecer difícil, atualmente existem diversas opções de alimentos substitutos para quem é celíaco — todas muito saborosas.

Além do mais, é ampla a gama de alimentos livres de glúten. Pensando nisso, separamos algumas dicas que poderão ajudá-lo na busca de uma alimentação mais saudável e com melhor qualidade de vida. Vamos conferir?

Alimentos gluten free

Ao longo da vida, as massas e os pães costumam estar presentes em grande parte das nossas refeições. Por isso, parece missão impossível deixá-los de lado. No entanto, você vai se impressionar ao parar para avaliar o que já faz parte da sua dieta e é gluten free.

Também vai ficar surpreso ao conferir a imensa gama de diferentes tipos de alimentos em um supermercado, ou ao frequentar lojas especializadas. Veja abaixo algumas dicas de opções livres de glúten e inspire-se para fazer mudanças:

1. Frutas, legumes e verduras

Se, até descobrir a doença celíaca, você não tinha o hábito de frequentar a seção de hortifrúti do supermercado, essa é uma boa oportunidade para começar. Os alimentos dessa seção fornecem grande parte da quantidade diária de nutrientes e estão liberados em todas as dietas.

As frutas combinam muito com café da manhã e são ótimas alternativas para os lanches entre as refeições principais. Já os legumes e as verduras são peças-chave que não podem faltar no almoço e no jantar.

2. Carnes, aves, peixes e frutos do mar

As carnes, aves, peixes e frutos do mar são ricos em proteínas e, felizmente, não possuem nada de glúten. Além de existir uma imensidão de tipos de cortes de carne, dá para fazer assada, ensopada, frita, refogada… Sem risco algum de enjoar.

É preciso ter cuidado apenas para que o acompanhamento escolhido também seja gluten free.

3. Batatas e mandioca

Aqui estão dois alimentos bastante versáteis, pois tanto a batata (doce ou inglesa) quanto a mandioca podem ser usadas para fazer purês, acompanhar carnes ou, então, em tortas salgadas.

O conselho é optar pelos alimentos embalados, para garantir que não tenham tido qualquer contaminação com glúten. No caso das batatas congeladas, é importante prestar atenção ao rótulo, pois algumas delas podem conter outros ingredientes — algum dos quais, proibido para celíacos.

4. Produtos lácteos

Iogurte, queijos, leite, manteiga… Eles podem permanecer parte da sua dieta. Aqui, é preciso apenas estar atento aos acompanhamentos.

Se o leite for tomado com achocolatado, deve ser sem malte, pois esse ingrediente não é digerido por quem tem a intolerância. Já o queijo e a manteiga podem ser usados para acompanhar tapioca, biscoito de polvilho ou pão sem glúten.

5. Oleaginosas

Castanhas, nozes, amêndoas, pistache, amendoim. A ingestão dessas oleaginosas reduz o risco de doenças cardiovasculares, e isso já é motivo suficiente para incluir na dieta.

Além do mais, todas essas opções são deliciosas e combinam muito com o lanche no meio da manhã e da tarde. É preciso apenas moderar a quantidade ingerida, pois possuem grande quantidade de calorias.

6. Farinhas

Se você gosta de preparar seus próprios pratos — bolos, tortas, salgados — e ficou sem chão ao saber que não pode usar a farinha de trigo tradicional, fique tranquilo! Existe uma série de outras opções.

Basta procurar receitas que levam fécula de batata, arroz, mandioca, farinha de arroz, de amêndoa, ou milho, fubá, polvilho doce ou azedo. Com essa gama de possibilidades, você vai acabar fazendo descobertas, aprimorando as habilidades culinárias e diversificando sua dieta.

7. Tapioca

Nos últimos anos, a tapioca ganhou o Brasil todo e passou a integrar o cardápio de quem busca uma vida mais saudável, pois é um alimento sem gordura e com carboidratos de fácil digestão.

Para a alegria de quem é celíaco, ela é totalmente gluten free, fácil de preparar e combina com recheios doces e salgados. Opção bem estratégica para o café da manhã, que também pode ser usada no lanche e até como uma opção rápida de almoço ou jantar.

8. Grãos e sementes

Existem diversas opções de grãos e sementes livres de glúten e que estão há anos presentes na dieta diária dos lares brasileiros. Alguns podem ser facilmente encontrados, mas há outros que só poderão ser achados em lojas especializados. Vamos a eles:

Arroz, milho, soja, feijões, lentilha, grão-de-bico, sorgo, quinoa, painço, trigo sarraceno, araruta, amaranto, teff, linhaça, chia, aveia sem glúten, gergelim.

Atenção! Não é recomendado adquirir grãos em silos, devido à possibilidade de contaminação. Segundo pesquisas, certos grãos naturalmente sem glúten podem estar contaminados devido a erros na colheita, manuseio e processamento.

Se você tem essa preocupação, adquira apenas versões que foram testadas para a presença de glúten e que contenham menos de 20 ppm.

Substitutos para o glúten

A regra geral é que produtos tradicionais à base de trigo, como massas, pães, biscoitos e bolachas, possuem normalmente glúten em sua fórmula. Porém, muitos deles já contam com substitutos encontrados na maioria dos supermercados, facilitando muito a vida dos celíacos.

Alguns exemplos são: macarrão de milho ou arroz, biscoitos de arroz, pães com farinhas alternativas e muitos outros. O importante é que o grão utilizado no produto seja livre da substância.

Muitas dessas opções já estão presentes nas prateleiras dos mercados ou em lojas especializadas. Na Glúten Free Box, você consegue adquirir diversos desses produtos sem sair de sua casa.

Pães para celíacos costumam ficar armazenados no congelador dos supermercados. Mas você pode fazer suas próprias receitas, substituindo a farinha de trigo por alternativas gluten free e preparar sua própria massa em casa. No Instagram, o perfil @theveggievoice traz receitas veganaslivres de lactose e de glúten. Dá para se inspirar bastante!

Mas tenha em mente que alimentos frescos, minimamente processados, ​​são parte crucial de qualquer dieta saudável livre de glúten. Assim, é fundamental ter uma dieta rica em frutas, legumes, carnes magras, além de outros itens já listados para uma alimentação saudável.

Leia os rótulos com atenção

Como já dissemos, você encontrará diversas opções de alimentos substitutos livres de glúten no mercado. Porém, muitos deles, na verdade, não o são. Alguns contêm traços da proteína, ou foram processados em máquinas onde também se processam as versões convencionais.

Por isso, é muito importante que você leia toda a descrição presente nos rótulos. E lembre-se, “livre de trigo” não significa, necessariamente, “livre de glúten”, já que a proteína também está presente em outros grãos.

Cereais matinais e barrinhas

A maioria dos cereais contêm glúten ou ingredientes à base de trigo. Porém, já existem versões desses alimentos para celíacos. Observe os rótulos e veja se encontra o termo “gluten free” ou “sem glúten”.

Mas atenção! Cornflakes (feitos de milho) e cereais matinais à base de arroz podem conter extrato de malte, possuindo glúten em sua fórmula.

Aveias

A aveia é frequentemente colhida e processada no mesmo equipamento que o trigo, assim, é facilmente contaminada. Segundo pesquisas, a aveia pura, não contaminada, pode ser consumida moderadamente por celíacos (até meia xícara de aveia em flocos por dia).

Se você deseja manter esse cereal em sua dieta, procure por produtos cujo rótulo especifique que são livres de glúten. Faça o mesmo com todos itens à base de aveia, como granolas e barrinhas.

Sopas e molhos

Industrializados, estes costumam ser grandes vilões em sua alimentação. Isso porque contam com grandes fontes de glúten escondidas, pois muitas empresas usam trigo como espessante.

Lendo os rótulos, opte por sopas e molhos que não contenham esse ingrediente e tome cuidado extra com produtos à base de creme branco, como bechamel.

Sucos

Sucos de frutas e vegetais frescos e congelados são naturalmente livres de glúten. Mesmo assim, é importante ler os rótulos de produtos prontos, principalmente aqueles que contêm ingredientes processados, frutas secas e smoothies pré-prontos.

Bebidas

Muitas bebidas são livres de glúten, como sucos de frutas, refrigerantes e isotônicos. Quanto aos drinks, celíacos devem passar longe de cervejas comuns e bebidas maltadas.

Opte por vinhos, licores, e destilados, que costumam ser livres de glúten. Mas, se realmente você não conseguir evitar uma cervejinha, já existem opções aprovadas para celíacos disponíveis no mercado.

Medicamentos

Nem todos os remédios e as vitaminas industrializadas são livres de glúten. Assim, é importante ler bulas e rótulos para uma ingestão segura. E não se esqueça de falar com o médico que lhe passar receitas sobre sua condição de celíaco.

Descobrir-se celíaco pode ser um choque a princípio. Mas, com o passar do tempo, você percebe que a vida sem glúten não é tão difícil assim. Com o tempo e novos hábitos alimentares, a dieta se torna cada vez mais fácil de ser mantida.

Viu como viver sem glúten não é tão difícil? Além do mais, com o tempo e novos hábitos alimentares, a dieta se torna cada vez mais fácil de ser mantida. Acompanhe todas as da Glúten Free Box e adquira produtos todo o mês diversas opções de alimentos livres de glúten sem sair da sua casa!

 

 

Comentários

Comentário

5 comentários em “O que comer se você é celíaco?

    1. Oi Vera! No brasil é bem difícil encontrar mesmo aveias sem glúten, porque? Aqui a maior parte dos fornecedores processa a aveia no mesmo maquinário que outros grãos, como cevada e trigo, ou seja, não são livres de contaminação por isso não podem ser consideradas sem glúten. Algumas marcas seguras: Vitalin, Monama, Leve Crok e Hart’s Natural. No nosso site mesmo você encontra aveia sem glúten, http://www.glutenfreebox.com.br 🙂

  1. Ola, Bom dia assinei a Caixa e vi aqi que é indicada pra quem tem algum problema de saude .. eu nao temho nemhum .. sou livre pra comer qualqer coisa . mais assinei afim de perder peso .. Ajuda ? ou é apenas indicado para celiacos ? Obrigada!

Deixe uma resposta