Fechar

APLV: como identificar uma reação alérgica?

Se você já teve uma reação alérgica, então sabe que a experiência não está entre as mais agradáveis. Apesar de serem bastante comuns, muitas pessoas não sabem como identificar e/ou reconhecer esses sintomas — e menos ainda o que fazer nesses casos.

Quando o assunto é APLV (Alergia ao Leite de Vaca), os sintomas são ainda mais desconhecidos e inesperados. Para deixar essa dúvida para trás de uma vez por todas, criamos essa postagem. Nela, você vai aprender como reconhecer esse tipo de reação do seu organismo e como agir quando ela acontecer. Vamos juntos nessa?

Produtos Sem Lactose é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem lactose e sem lácteos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Açúcar é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos sem açucar do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Veganos é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos veganos do país. Encontre os produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Produtos Sem Glúten é na OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos glúten do país. Encontre Schãr, Aminna, Belive, Casarão e outras marcas que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Experimentar
Conheça a OneMarket
A OneMarket é o maior mercado de alimentos saudáveis do país. Encontre snacks, alimentos a granel, suplementos e outros produtos que você ama e receba na porta da sua casa.
Quero Conhecer
O que é uma reação alérgica, afinal?

Os sintomas de uma alergia começam a aparecer quando o organismo entra em contato com alguma substância que considere perigoso. No caso do APLV, a reação acontece como resposta à proteína do leite de vaca.

É bom ficar atento, pois a intensidade da alergia varia de pessoa para pessoa, de modo que ela pode ter níveis mais simples e mais elaborados — exigindo acompanhamento médico em alguns casos.

Quais são os sintomas mais comuns?

A melhor forma de reconhecer uma reação alérgica da proteína do leite é conhecendo quais são os sintomas, certo? Abaixo, confira os mais comuns:

Sintomas imediatos

Os sintomas imediatos da APLV acontecem simultâneo ao consumo ou até 2 horas depois. Eles envolvem inchaço dos lábios e dos olhos, vômitos e/ou diarreias, urticária (placas vermelhas com coceira pelo corpo), dificuldade para respirar e choque anafilático.

Para quem não sabe, o choque anafilático é uma reação alérgica grave, que pode provocar a morte — portanto, merece toda atenção.

Sintomas tardios

As reações tardias acontecem horas ou dias depois do contato com o agente causador da alergia e trazem consigo vômitos, diarreia (com possibilidade de muco e sangue), intestino preso (com inflamação), cólica e assaduras.

Sintomas mistos

Como o nome indica, essa reação alérgica acontece combinando os dois sintomas: imediatos e tardios. Eles envolvem asma, refluxo, vômito, diarreia, inflamação do esôfago e/ou estômago, dermatite atópica e dor abdominal.

Esses sintomas são comuns em outras doenças?

A dificuldade em diagnosticar uma APLV acontece porque as reações são muito comuns em outras alergias também. Isso significa que a mãe deve ficar de olho e mapear qualquer mudança no bebê — mesmo aquelas mais sutis.

O ideal é fazer uma avaliação histórica e conciliar com exames laboratoriais para identificar anticorpos específicos para proteínas do leite. Depois disso, é importante suspender o consumo para evitar qualquer problema.

Se a suspeita se justificar, o melhor caminho é tirar da dieta o leite e todos os derivados da bebida (assim como cosméticos e medicamentos que tenham como ingrediente a proteína do leite de vaca).

Em alguns casos, é possível reverter o quadro, fazendo uma reintrodução da proteína na dieta do paciente, gradualmente e com acompanhamento médico.

Quando procurar o médico?

O médico deve ser procurado assim que perceber que os sintomas têm acontecido com frequência. Nesse caso, é fundamental conversar com um alergista e, no caso das crianças, um gastropediatra.

É bom tomar cuidado, pois os pequenos podem desenvolver outras doenças como consequência da APLV. A propensão à asma, rinite e à dermatite atópica são consideravelmente mais altas nesses casos.

Além disso, lembra quando falamos para ter atenção em casos de choque anafilático? A reação alérgica toma proporções tão grandes que pode inchar e fechar a garganta, comprometendo a respiração. Essa medida pode levar à morte e exige cuidados especiais. O ideal é chamar a ambulância ou levar a vítima para o pronto socorro mais próximo.

Depois de entender um pouco melhor qual é a reação alérgica provocada pelo APLV, é hora de ficar de olho e perceber qualquer alteração. Tome as medidas necessárias e preserve sua saúde (ou dos envolvidos).

E você? já teve alguma reação desse tipo? Conhece outros sintomas? Compartilhe, no espaço abaixo, e ajude outras pessoas no processo de identificação da APLV. Até a próxima!

Comentários

Comentário

Fechar